Legado Puritano
Quando a Piedade Tinha o Poder
Áudios
FUGINDO DA VIDA VÃ
Data: 16/12/2012
Créditos:
Texto: Silvio Dutra
Voz: Silvio Dutra
Edição de som: Silvio Dutra
Software de edição: Audacity
Agradecimentos a nosso Senhor Jesus Cristo
Fugindo da Vida Vã
 

De repente, no afã de agradar,
deixou de ser verdadeiro.
Falou de devaneios e quimeras,
na roda gigante da ilusão,
onde tudo é sempre rotina,
de pensamentos e sentimentos vãos.
 
A vida impõe movimento retilíneo,
e ascendente ao amor divino.
 
A vida de vãs imaginações,
nos faz andar em círculos.
 
Assim não haverá progresso,
nem crescimento no espírito,
porque sempre nos acharemos,
no mesmo ponto de partida,
sem chegar a um bom destino.
 
Ao destino final da vocação suprema,
em nosso Senhor Jesus Cristo. 
 
Então xô devaneio! Xô quimera!
Quero a verdade e não a falsidade.
Quero a justiça, o amor e a bondade.
 
Quero a Cristo mais do que a mim mesmo.
 
Não quero vãs  consolações,
prefiro a realidade,
por mais dura que ela seja.
 
Não quero elogios e nem aplausos,
antes quero sempre ser achado,
já crucificado,
juntamente com Cristo,
para o mundo e para o pecado.   
 
 
 
 
 
 
Enviado por Silvio Dutra em 16/12/2012
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras