Legado Puritano
Quando a Piedade Tinha o Poder
Textos


Assim diz o Senhor


 



“Assim diz o SENHOR, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o SENHOR, o teu Deus, que te ensina o que é útil e te guia pelo caminho em que deves andar.” [Isaías 48: 17]

 
Veja que no texto, o Senhor afirma que é Ele próprio quem nos ensina o que é útil, e nos guia pelo caminho que devemos andar.
Mais do que uma promessa, é um fato real que sucede na vida de todos aqueles que Lhe pertencem.
O que isto significa, senão que é somente pela ação direta do Seu poder, que Ele nos salva, santifica, transforma, cura e livra, e que nada mais poderá fazê-lo?
 
Milhões de sermões ouvidos com atenção; e mesmo que tentemos aplicá-los serão de nenhum efeito real, duradouro e transformador em nossa vida, caso o próprio Deus não opere esta transformação.
Evidentemente, não somos chamados a ser passivos neste processo, mas devemos estar bem conscientizados, de que não é por qualquer obra que façamos que obteremos a bênção do Senhor, porque tudo o que se espera de nós é que peçamos, busquemos, batamos à porta da graça divina, para que Jesus opere em nós tudo o que nos tem prometido.
Se Ele não agir poderosa e sobrenaturalmente, nenhuma bênção celestial, divina, e espiritual virá a nós.
Em todos os textos bíblicos que apontam para nossa salvação, a afirmação é sempre a de que é o próprio Senhor, que tudo faz pelo Seu poder operante em nós.
 
Vá para a profecia de Ezequiel 36: 24-26 - o que você verá lá, é Deus dizendo que somente Ele dará ao Seu povo um coração de carne, depois de tirar o coração de pedra, e os lavará com água limpa para que sejam purificados!
 
É Ele quem perdoa, redime, justifica, regenera, santifica e glorifica. Nenhuma obra, nenhum homem, nenhuma coisa pode fazê-lo, senão somente o próprio Senhor.
Nosso dever é ir a Ele em humildade, clamando para que nos salve e limpe, enquanto por um sincero arrependimento, busquemos nos desviar de toda prática de injustiça e do mal.
Que busquemos fazer o que é bom, e rejeitemos tudo o que é mau - enquanto isso continuemos clamando, até que alcancemos a bênção, que uma vez alcançada, deve ser mantida pela busca continuada e humilde de Sua graça e poder.
Silvio Dutra
Enviado por Silvio Dutra em 08/09/2021
Alterado em 08/09/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras