Legado Puritano
Quando a Piedade Tinha o Poder
Textos
 
Teias de Aranha
 
 

Chocam ovos de áspide e tecem teias de aranha; o que comer os ovos dela morrerá; se um dos ovos é pisado, sai-lhe uma víbora.  [Is 59: 5]
 
Contemple uma teia de aranha e veja ali, a figura mais sugestiva do hipócrita religioso.
A teia é feita com o propósito de apanhar uma presa; a aranha engorda comendo moscas.
As pessoas tolas são facilmente enganadas pela confissão altissonante de embusteiros, e mesmo aqueles que são mais criteriosos nem sempre podem escapar.
 
Filipe batizou Simão, o mágico, cuja declaração de fé maliciosa logo foi reprovada pela severa repreensão de Pedro.
Costume, reputação, elogio, progresso e outras moscas menores são a pequena caça, que os hipócritas apanham em suas redes.
Uma teia de aranha é uma maravilha de habilidade. Observe a teia, e admire os astuciosos ardis do predador.
A religião de um enganador não é igualmente admirável?
De que modo, o enganador faz com que uma mentira descarada tenha aparência de verdade?
Como consegue fazer sua bugiganga corresponder tão bem à finalidade do ouro?
 
A teia sai das entranhas da própria aranha; a abelha extrai das flores a sua cera.
A aranha não suga flores, e sim estica sua teia em qualquer extensão - de modo semelhante, os hipócritas encontram sua consolação e esperança dentro de si mesmos; sua âncora é forjada em sua própria bigorna, e seu cabo é torcido pelas suas próprias mãos.

Lançam seus próprios alicerces e constroem os pilares de sua própria casa, recusando-se a serem devedores à soberana graça de Deus - entretanto, uma teia de aranha é bastante frágil, é feita de forma curiosa, com esmero, mas não duradoura.
Não pode medir forças com a vassoura de limpeza.
O hipócrita não precisa de uma bateria de alta tensão para fazer em pedaços as suas esperanças; uma simples baforada de vento o fará.
As teias de aranha dos hipócritas logo ruirão, quando a vassoura de destruição começar sua obra purificadora - isto nos traz à mente mais uma consideração; essas teias não serão toleradas na casa do Senhor.
Ele cuidará para que elas, juntamente com aqueles que as teceram, sejam destruídas para sempre.
 
Ó minha alma, descansa em algo melhor do que uma teia de aranha. Permite que o Senhor Jesus seja o teu eterno lugar de refúgio.
 
 

 
Spurgeon
Enviado por Silvio Dutra em 12/09/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras