Legado Puritano
Quando a Piedade Tinha o Poder
Textos
 





 
 
Isso foi o que J.C. Ryle escreveu durante a Grande Peste Bovina que ocorreu na Inglaterra, de 1865 a 1867
 
Observe as palavras que formam o título deste livreto e as considere bem. Elas foram proferidas por homens pagãos há mais de três mil anos. Elas saíram dos lábios dos magos egípcios quando uma das famosas pragas atingiu a terra do Egito.
“Então disseram os magos a Faraó: Isto é o dedo de Deus. Porém o coração de Faraó se endureceu, e não os ouviu, como o Senhor  tinha dito”. [Êx 8: 19]
Seria bom se todos os ingleses fossem tão sábios quanto àqueles egípcios! Há um mal entre nós que exige uma atenção séria de nossa parte - isso chegou ao nosso conhecimento, quer gostemos ou não, pois ela segurou a nação pela garganta e terá que ser ouvida.
Esse mal de que estou falando é a PESTE BOVINA.
Essa é uma calamidade difícil. Milhares de gados já morreram, miríades parecem prestes a morrer. A perda da riqueza nacional e o prejuízo de interesses privados são temíveis.
É tão ruim como se o ouro e a prata tivessem sido arrancados de nós, e lançados ao mar. Muitas propriedades estão devastadas e já não podem ser restauradas.
 
Essa é uma calamidade generalizada.
Dificilmente existe um lugar na Inglaterra que não esteja sofrendo. Não existe uma família que, mais cedo ou mais tarde, não sofrerá devido a ela.
A carne na mesa do rico e o queijo na casa do camponês, o leite e a manteiga que constituem uma parte tão importante de nossa alimentação serão todos afetados pela praga. Ela atingirá todos os lares e todas as pessoas.

Essa é uma calamidade perturbadora.
Nenhum medicamento, remédio ou tratamento parece ter efeito sobre essa praga. Após todas as descobertas da ciência, depois de tudo o que já foi escrito por doutores, a habilidade do homem está completamente frustrada.

Até nossos estadistas e governantes parecem estar no limite de suas esperanças. Devido a toda a sabedoria acumulada do século XIX, nós não encontramos nenhum inimigo que nos derrotasse por completo, porém agora a maldição do desespero pode ser vista pela terra.
Agora, desejo falar da peste bovina como ministro de Cristo. Desejo chamar a atenção para algumas coisas, que em meio às ansiedades provocadas pela crise se abateu sobre nós — parecem provavelmente esquecidas; que os membros do Parlamento vejam a peste bovina do ponto de vista político, que os médicos e os cientistas proponham suas teorias de prevenção e cura.
Eu apenas peço permissão, para oferecer alguns pensamentos sobre o assunto como alguém que crê na Bíblia e como um cristão.
 
1. Vamos considerar, em primeiro lugar, DE ONDE vem a peste bovina?
Eu respondo sem hesitar: Ela vem de Deus!
Aquele que ordena todas as coisas no céu e na terra; Aquele por cuja providência sábia tudo é governado, e sem o Qual nada pode acontecer — Ele é quem enviou esse flagelo sobre nós! Isto é o dedo de Deus!
Não gastarei tempo provando esse ponto. A quem pede provas para todo o teor da Palavra de Deus, peço que observe como Ele sempre é mencionado como governador e soberano sobre todas as coisas aqui embaixo, da menor à maior.
Quem enviou o dilúvio ao mundo nos dias de Noé? [Gn 6: 17]
Foi Deus!
Quem enviou a fome nos dias de José? [Gn 41: 25]
Foi Deus!
Quem enviou as pragas ao Egito, especialmente a mortandade no gado?  [Êx 7:5; 9:3]
Foi Deus!
Quem enviou doenças aos filisteus, quando a arca estava entre eles?  [1 Sm 5:7; 6:3-7]
Foi Deus!
Quem enviou a peste nos dias de Davi?   [2 Sm 24:15]
Foi Deus!
Quem enviou a fome nos dias de Eliseu?  [2 Rs 8: 1]
Foi Deus!
Quem enviou o vento violento e a tempestade nos dias de Jonas?  [Jn 1: 4]
Foi Deus!
 
Considero simplesmente, desperdício de tempo insistir muito nesse ponto.
Não consigo entender, como alguém pode ser chamado de crente, e nega a providência de Deus sobre o Seu mundo - de minha parte, acredito profundamente que Deus não mudou.
 
Acredito que agora, Ele está governando todas as coisas na terra, tanto quanto nos dias do Antigo Testamento.
Acredito que guerras, fomes, pragas, pestes bovinas, são todos Seus instrumentos de Seu governo neste mundo, portanto, quando vejo um flagelo como a peste bovina, não tenho dúvidas quanto à mão que o envia.
“... Sucederá algum mal à cidade, sem que o Senhor o tenha feito?” [Amós 3: 6]
Isto é o dedo de Deus!
 
Alguém pode dar uma explicação melhor para a peste bovina?
Se puder, deixe-o nos dizer por que isso aconteceu. Dizer que se originou em outra terra; que não é uma praga nova, mas antiga que causou grandes danos nos dias passados - tudo isso é se desviar da questão.
Peço que digam; por que isso aconteceu agora?
Como, e de que maneira o surto pode ter ocorrido neste momento específico?
Que causas possíveis podem ter sido designadas para que ela não tenha ocorrido há centenas de anos?
Eu acredito que essas perguntas não podem ser respondidas. Acredito que a única causa, pela qual finalmente podemos chegar a uma resposta satisfatória é: Isto é o dedo de Deus!
Alguém considera minha afirmação absurda e irracional?

Não tenho dúvida de que muitos a consideram. Suspeito que muitos pensam que Deus nunca interfere nos assuntos deste mundo, e que pestilências e pragas do gado são apenas o resultado de certas leis naturais, que sempre produzem determinados efeitos.
Tenho pena do homem que pensa assim.
Ele é um ateu?
Ele acredita que esse mundo maravilhosamente projetado foi feito por acaso, e não teve um criador?
Se for assim, ele é uma pessoa muito crédula.
 
Mas, se tal pessoa acredita que Deus criou o mundo, eu pergunto; onde está o absurdo de crer que Deus governa o mundo?
Se ela admite que Deus formou o universo, por que não admitir Deus o administra?
Fora daqui com esse ceticismo moderno!  
É ofensivo e revoltante para o senso comum.

Aqueles que excluem o Criador de Sua própria criação, não devem ser ouvidos.

Aquele que criou o mundo no princípio, pelo dedo da sabedoria criadora, nunca deixará de governar o mundo pelo dedo de Sua providência, até que Cristo volte.
Essa peste bovina é o dedo de Deus!
 
Alguém alega, que Deus é amoroso demais, para nos enviar um flagelo como esse, e que é errado supor que algo de mal possa vir da parte dEle.
Tenho pena do homem que argumenta dessa maneira.
Ele tem filhos?
Ele nunca os corrige?
Se ele é um homem sábio e sensato, não tenho dúvida de que sim.
 
Mas então, ele os odeia pelo fato de que os castiga?
Ele não mostra um grande amor ao discipliná-los, quando cometem erros?
E nosso Pai Celestial, não deve fazer o mesmo?
Sim, certamente!
Deus não nos odeia. Ele é um Deus de misericórdia e amor, portanto mantém a humanidade sob Seu governo providencial.
Existe amor, até mesmo nesse flagelo que agora está sobre nós.
A peste bovina é o dedo de um Deus sábio e amoroso!
 
2. Vamos considerar, em segundo lugar, POR QUE a peste bovina veio sobre nós?
Eu respondo a essa pergunta sem hesitar. Ela veio sobre nós, por causa dos nossos pecados nacionais. Deus tem uma controvérsia com a Inglaterra, devido a haver muitas coisas entre nós, que são desagradáveis ​​aos Seus olhos. Ele, de bom grado, quer nos despertar para um senso das nossas iniquidades.
Essa peste bovina é uma mensagem do céu.
 
Os pecados individuais de homens e mulheres, muitas vezes não são punidos enquanto vivem, mas ocorre, porque ainda existe um dia de julgamento. Naquele dia;
“Assim, pois, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus”. [Rm 14: 12]
 
Porém, para as nações pode não haver dia de juízo no futuro. Os pecados das nações são punidos no tempo. Pecados e corrupções específicas em uma nação exigem punições específicas.
Eu acredito que, essa peste bovina é um castigo nacional e específico na Inglaterra, por causa de nossos pecados nacionais específicos.
 
O ensino da Bíblia a esse respeito é claro, enfático e inconfundível.
Qualquer um que duvide, leia o que Deus diz sobre a Babilônia, Tiro, Egito, Damasco, Moabe, Edom, Amom e Nínive.
[Is 13:1, 15:1, 17:1, 19:1] [Jr 46:2, 48:1, 49:1-7, 50:1] [Na 3:1]
 
Que leiam textos como estes:
“Eis que os olhos do Senhor DEUS estão contra este reino pecador, e eu o destruirei de sobre a face da terra”. [Amós 9: 8]
“Multiplica as nações e as faz perecer; dispersa as nações, e de novo as reconduz”. [Jó 12: 23]
Estudem capítulos como Daniel 4 e 5 - e, certamente se um homem crê na Bíblia, essas passagens devem fazê-lo pensar.
O Deus da Bíblia ainda é o mesmo.
Ele jamais muda.
 
Alguém pergunta; quais são os PECADOS NACIONAIS ESPECÍFICOS da Inglaterra?
Mencionarei alguns que, aos meus olhos se destacam neste país atualmente.
Posso estar completamente errado - apenas julgo como alguém que observa atentamente, e identifica os sinais dos tempos.
 
 
J C Ryle
Enviado por Silvio Dutra em 27/09/2021
Alterado em 28/09/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras